E isso é tudo
mas ninguém entende. Você entende, mas cadê você?
E então, na sua própria obscura solidão era onde ela se encontrava […] Passava horas em seu quarto, apenas refletindo sobre aquilo que a sociedade chamava de vida e que para ela, parecia mais um tipo de passagem onde estavam testando-a para saber qual era o seu limite. Cada vez mais, esse limite parecia mais próximo. A cada suspiro depois de um longo tempo chorando, muitas vezes trancada no banheiro, A cada lágrima amarga que corria de seus olhos percorrendo todo seu rosto, e principalmente a cada machucado que a vida provocava. Machucados que deixavam tamanha cicatriz, onde nem o tempo talvez pudesse a curar.
0

E então, na sua própria obscura solidão era onde ela se encontrava […] Passava horas em seu quarto, apenas refletindo sobre aquilo que a sociedade chamava de vida e que para ela, parecia mais um tipo de passagem onde estavam testando-a para saber qual era o seu limite. Cada vez mais, esse limite parecia mais próximo. A cada suspiro depois de um longo tempo chorando, muitas vezes trancada no banheiro, A cada lágrima amarga que corria de seus olhos percorrendo todo seu rosto, e principalmente a cada machucado que a vida provocava. Machucados que deixavam tamanha cicatriz, onde nem o tempo talvez pudesse a curar.